Artigos

 A Voz do Pastor - Dom Sérgio Braschi


   

No mês missionário...oração e ação concreta

 

Terminamos há pouco tempo as Semanas Missionárias nas últimas paróquias conforme a programação. E agora??

Certamente; estamos nos preparando - através de encontros nos Setores e mini-assembléias  para um momento importante que será a nossa Assembléia Diocesana, dia 05 de novembro.

 

Será ocasião de escolhermos nossa nova prioridade, com suas perspectivas de ação para transformar nosso modo de viver o dia-a-dia nas paróquias, comunidades, pastorais, movimentos, etc.

 

Uma coisa, porém, meus queridos diocesanos, não podemos perder de vista: aprendemos muito com as Santas Missões Populares. Despertamos dentro de nós um ardor que – talvez muitos - não tínhamos antes... Na Visita Pastoral ao interior de Tibagi um senhor de certa idade me disse uma frase que não posso esquecer. Falou-me assim:

“Sabe, Dom Sergio. Eu nasci numa família bem católica e desde jovem estou trabalhando na Igreja, nas várias comunidades em que morei...Mas ultimamente participei dessas Semanas Missionárias em várias paróquias do Setor, e

vou lhe dizer: nunca me senti tão feliz! Nunca tinha sentido a felicidade de ser católico desse jeito ..."

 

Na mensagem do papa Bento XVI para o Dia Mundial das Missões desse ano (23 de outubro, 4°.domingo), ele nos lembra que o dom de sermos missionários envolve todas as atividades da Igreja:

 

“A atenção e a cooperação para a obra evangelizadora da Igreja no mundo não podem ser limitadas a alguns momentos e ocasiões particulares, nem sequer podem ser consideradas como uma das numerosas atividades pastorais: a dimensão missionária da Igreja é essencial e, portanto, deve ser SEMPRE considerada [...] de maneira constante, como forma de vida cristã. O próprio Dia Mundial das Missões não constitui um momento isolado no curso do ano, mas é uma ocasião preciosa para nos determos e me-

ditarmos SE e COMO respondemos à vocação missionária' uma resposta essencial para a vida da Igreja”.

 

E o que nos dizem as novas Diretrizes Gerais (DGAE) da Igreja no Brasil, falando da primeira urgência: sermos uma diocese em estado permanente de Missão!

 

Quero, pois, lembrar, queridos diocesanos, duas formas práticas de vivermos bem esse

Outubro, mês missionário.

 

Em primeiro lugar, não descuidarmos da oração. É o que nos ensina Santa Teresinha do

Menino Jesus - Padroeira mundial das Missões  que nunca saiu de seu mosteiro, mas soube santificar cada dia, pela oração e sacrifício de seus sofrimentos, pelos Missionários! E estamos no mês do Rosário Nossa Senhora em Fátima

insistia: "Rezem o terço todos os dias". Uma forma prática de resgatarmos aquele tercinho colorido, dos 5 continentes, e " dobrar os joelhos..;renovar a vida..."

 

Em segundo lugar, proponho colaborarmos com a AÇÃO ENTRE AMIGOS missionária que está sendo proposta pelo COMIDI e ajudará a levarmos uma ajuda à diocese africana de Bafatá (Guiné-Bissau). O senhor Bispo de lá, Dom Pedro Zilli, é brasileiro, natural aqui do Paraná, e esteve recentemente em Ponta Grossa, nos falando sobre as tremendas carências do seu povo... Em dezembro o Pedro Lang irá levar pessoalmente nossa oferta, acompanhando a viagem de alguns membros do Conselho Missionário do Regional Sul II. Procure informar-se onde adquirir o seu bilhete, que corre dia 29 de outubro, para colaborar de modo concreto.

 

E continuemos na oração e participando nos Conselhos - a preparamos a nossa Assembléia Diocesana, que terá repercussão durante os próximos quatro anos.

Sejamos missionários cada dia e todos os dias. O mundo de hoje precisa de nós!

 

Com meu abraço e bênção.

Dom Sergio Arthur.

 


Fonte: Jornal A Boa Nova
Postado em: 30/10/2011 às 23:13:25



Pesquisar no Site


  • Newsletter

  • Paróquia São Pedro e São Paulo - Diocese de Ponta Grossa - Telêmaco Borba - Paraná
    Sociedade Beneficiente São Pedro - Fone: (42)3272 8557 / (42) 3272 8930 - pascom@pspsp.com.br
    Está obra de evangelização não possui fins lucrativos e é custeada através do dinheiro do dízimo
    Desenvolvido por Rinaldo M. Heil