Artigos

 Testemunho Vocacional Pe. Sílvio Mocelin


   

Testemunho Vocacional do padre Sílvio Mocelin em ocasião ao seu Jubileu de Ouro (50 anos de Vida SAcerdotal) - 2011

 

 

Sou Pe. Sílvio Mocelin. Nasci no dia 13 de fevereiro de 1937, no Pinhão, município de Ipiranga – PR. Sou filho de Jorge Mocelin e Angelina Tranvensoli Mocelin.

 

A vocação nasce primeiro no coração dos pais e depois nos filhos.

 

Devo minha vocação e perseverança à grande religiosidade de minha família. Meus avós maternos, Antônio e Maria Travensoli, eram pessoas de muita oração e prática religiosa: terço diário, missa dominical e sacramentos.

 

Os avós paternos, Abel e Ana Mocelin, foram fundadores da Capela de Santo Antônio, no Pinhão.

 

Em casa, todos os dias, rezávamos um terço longo e de joelhos, frequentávamos a missa mensal em quatro capelas não muito próximas. Meus pais participavam sempre dos sacramentos da Penitência e Eucaristia.

 

A história de minha vocação e entrada no seminário foi muito simples. Certa ocasião, Pe. Carlos Zelesny, reitor do seminário diocesano São José, encontrando meu pai, perguntou-lhe se não tinha algum filho para o seminário.

 

Em casa, meu pai perguntou-me: “Você não quer ir para o seminário e ser padre”?

 

Com dez anos, sem saber o que era seminário, respondi-lhe: “Se o senhor quiser, eu vou”.

 

Em janeiro de 1948, meu irmão Orlando e eu entramos no seminário. Com menos de onze anos, como nunca tinha saído de casa, chorei bastante de saudades da mãe, mas com o tempo, ocupado com os estudos, trabalhos, esporte, orações e estudos, acostumei-me.

 

Fiz o ginásio e ensino médio em Brusque, SC. Estudei Filosofia em Viamão no RS e a Teologia no Seminário Rainha dos Apóstolos, em Curitiba.

 

Posso dizer que os 14 anos de formação nos seminários me ajudaram muito, foram tranqüilos e sem maiores crises de vocação. Nos seminários havia espírito de fervorosa piedade, seriedade nos estudos, disciplina rígida e ambiente fraterno. Tive formadores modelares e santos.

 

Fui ordenado diácono no dia 19 de Março de 1961, em Curitiba, por Dom Geraldo M. Pellanda. A ordenação presbiteral aconteceu no dia 03 de dezembro de 1961 por Dom Antonio Mazzarotto, na catedral Sant’Ana, em Ponta Grossa. Fomos ordenados juntos Pe. Abraão Becher e eu. Eu com apenas 24 anos de idade e meu colega Abraão com 27 anos. Consagrávamos nossa juventude e toda nossa vida em favor do Evangelho de Cristo e da sua Igreja.

 

Como sacerdote procurei ser sincero e transparente diante de Deus, dos colegas e do povo. Uma terna devoção a Mãe de Jesus, herdada da família, sempre me acompanhou.

 

Em três etapas, trabalhei 22 anos como formador no seminário menor e maior. Mesmo nas paróquias sempre estive ligado à formação dos seminaristas como professor de diversas matérias.

 

Fui Pároco em diversas paróquias da Diocese. Na cidade de Ponta Grossa trabalhei na Catedral Sant'Ana; São Sebastião – Nova Rússia; N. Sra. de Guadalupe – Santa Paula; N. Sra. Do Perpétuo Socorro – Vila Liane; São Jorge (2x) – Madureira.

 

Trabalhei também na Paróquia Perpétuo Socorro em Irati; Imaculada Conceição em Teixeira Soares; Menino Jesus de Reserva e atualmente estou na Paróquia São Pedro e São Paulo – em Telêmaco Borba.

 

Fui Vigário Geral da Diocese, com Dom João Brás de Aviz e sou membro do Colégio de Consultores da Diocese há mais de 20 anos.

 

Procurei sempre aceitar os diversos trabalhos pastorais, na certeza de que os senhores Bispos interpretavam a vontade de Deus. Assim, com fé obediente, pude sentir Deus agindo em mim e através de mim.

 

Um sonho não pude realizar: trabalhar nas missões fora da diocese, mas penso que Deus valorizará esse anseio. Enquanto Ele me der condições quero dizer-lhe: Eis me aqui, Senhor, para fazer vossa vontade e não a minha. Louvado seja Deus pelo que Ele realizou em mim e através de mim nesses 50 anos de ministério sacerdotal.

 

Neste jubileu de ouro, convido todos os amigos para comigo agradecermos a Deus pela sua misericórdia e implorarmos a bênção de mais sacerdotes santos para a Igreja. Assim Seja.

 

Pe. Sílvio Mocelin - Paróquia São Pedro e São Paulo


Fonte: Pe. Sílvio Mocelin
Postado em: 11/11/2011 às 14:02:38



Pesquisar no Site


  • Newsletter

  • Paróquia São Pedro e São Paulo - Diocese de Ponta Grossa - Telêmaco Borba - Paraná
    Sociedade Beneficiente São Pedro - Fone: (42)3272 8557 / (42) 3272 8930 - pascom@pspsp.com.br
    Está obra de evangelização não possui fins lucrativos e é custeada através do dinheiro do dízimo
    Desenvolvido por Rinaldo M. Heil