Artigos

 O jovem Galileu


   

Na estrebaria

Certo dia um rei nasceu

Misturado aos animais

Ele próprio isto escolheu

Foi numa manjedoura

Em que tudo aconteceu

O Seu primeiro bercinho

Propriamente um coxinho

Onde animal comeu.                               Estou falando

                                                                       De um jovem Galileu

                                                                       Quando entrou em Jericó

                                                                       Um pecador se converteu

                                                                       Era cobrador de impostos

                                                                       O seu nome era Zaqueu

                                                                       Da figueira ele espiou

                                                                       Mas quando Jesus chamou

                                                                       Prontamente ele desceu.

Por este mundo

Trechos Ele percorreu,

Fazendo tantos milagres

Quando aqui permaneceu

Foi nas bodas de Cana

Que o primeiro aconteceu

Obras grandes e pequenas.

Trinta e três anos apenas

Entre nos Ele viveu.                                  Em Jericó,

                                                                       Estava o filho de Timeu

                                                                       Andava pedindo esmolas

                                                                       O mendigo Bartimeu

                                                                       Que começou a implorar

                                                                       Quando Jesus apareceu

                                                                       Era cego de nascença

                                                                       Mas a fé dele era imensa

                                                                       E seu olho de luz se encheu.

 

Foi em Betânia

Que o amigo Dele morreu

Choravam a morte de Lázaro

E Jesus se comoveu

Por quatro dias na tumba

Jaz, seu corpo pereceu.

Mas foi por Marta e Maria

Que Jesus a Deus pedia

E o morto ali reviveu.                              Chegada a hora,

                                                                       Que a Ele Deus prescreveu

                                                                       Foi negado por três vezes

                                                                       Pelo grande amigo Seu

                                                                       Que logo foi perdoado

                                                                       Ao provar que se arrependeu,

                                                                       Era o grande apóstolo Pedro

                                                                       Que negou Jesus por medo

                                                                       Ele próprio reconheceu.

 

E consumando

O que o profeta escreveu

Em praça pública, julgado,

E nem um crime apareceu

Que Jesus era inocente

Pilatos reconheceu

Mas não quis voltar atrás

Libertando a Barrabás

Foi por medo que obedeceu.

 

Naquela hora

Em que o madeiro se ergueu

Ele ainda implorou a Deus

Pelo soldado judeu

“Perdoai os malfeitores”

“Pois não sabem quem sou Eu”

Por isso nossos pecados

Serão todos perdoados

A nós Ele prometeu.                               

Mas na verdade

                                                                       O mundo se surpreendeu

                                                                       Entre Lázaro e Jesus

                                                                       A diferença assim se deu

                                                                       Ele ressuscita a Lazaro

                                                                       E à familia o devolveu

                                                                       Jesus também ressuscitou

                                                                       Mas na terra não ficou

                                                                       Junto a Deus Pai se recolheu.


Fonte: Lenir de Andrade
Postado em: 29/12/2014 às 12:11:19



Pesquisar no Site


  • Newsletter

  • Paróquia São Pedro e São Paulo - Diocese de Ponta Grossa - Telêmaco Borba - Paraná
    Sociedade Beneficiente São Pedro - Fone: (42)3272 8557 / (42) 3272 8930 - pascom@pspsp.com.br
    Está obra de evangelização não possui fins lucrativos e é custeada através do dinheiro do dízimo
    Desenvolvido por Rinaldo M. Heil