Evangelho Comentado por Pe. Carlo Battistoni - Centro Bíblico Regnum Dei

 II Domingo da Quaresma


04 de março de 2012



   

«Seis dias depois, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João, e os fez subir num lugar à parte, sobre uma alta montanha, somente eles. E transfigurou-se diante deles. Suas roupas ficaram brilhantes e tão brancas como nenhuma lavadeira sobre a terra poderia alvejar. Apareceram-lhes Elias e Moisés, e estavam conversando com Jesus. Então Pedro tomou a palavra e disse a Jesus: “Mestre, é bom ficarmos aqui. Vamos fazer três tendas: uma para ti, outra para Moisés e outra para Elias”. Pedro não sabia o que dizer, pois estavam todos com muito medo. Então desceu uma nuvem e os encobriu com sua sombra. E da nuvem saiu uma voz: “Este é o meu Filho amado. Escutai o que Ele diz!”. E, de repente, olhando em volta, não viram mais ninguém, a não ser somente Jesus com eles. Ao descerem da montanha, Jesus ordenou que não contassem a ninguém o que tinham visto, até que o Filho do Homem tivesse ressuscitado dos mortos. Eles observaram esta ordem, mas comentavam entre si o que queria dizer “ressuscitar dos mortos”. » (Mc. 9,2-12)

 


 

            Estamos hoje na segunda etapa do caminho quaresmal que, de algum modo, quer sintetizar o inteiro caminho da vida que Deus oferece a todos nós em Cristo. O primeiro passo desta caminhada, como vimos na semana passada, consiste na adesão a Deus, adesão que passa pelo deserto e aponta para o “crer” ao Evangelho. É o primeiro momento da conversão. O texto que hoje meditamos precisa ser lido também nesta ótica; é um fato que nos reconduz à situação existencial que Deus continuamente propõe às pessoas que conseguiram dar o primeiro passo. Quando é narrado é muito complexo e, mais complexa ainda, é a leitura em seus detalhes, fato pelo qual me permito apontar somente alguns aspectos que, espero, possam ajudar a receber com amor aquilo que Deus quer sempre nos oferecer.

 

            A leitura que é realizada em algumas Assembleias Litúrgicas, infelizmente omite uma parte do versículo 2, com o qual começa a narração; é uma pena, porque esta maneira de ler não permite ao ouvinte entender o motivo, a razão da Transfiguração de Jesus, reduzindo-o assim a um simples episódio espetacular que se encerra com uma admoestação de tipo moralista. Evidentemente não era esta a intenção do Autor.

 

            A nossa leitura começa assim: «Seis dias depois, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João»; o episódio, então se deu no sétimo dia; seis dias depois do quê? O que acontecera seis dias antes? Bem, o leitor do Evangelho de Marcos sabe muito bem que toda a sua teologia gira em torno da profissão de fé de Pedro, isto é, daquele momento em que Pedro reconhece em Jesus o Cristo esperado. Contudo, um momento tão rico e profundo espiritualmente, ficou assombrado por uma profunda incompreensão de Pedro com respeito a Jesus: para Pedro o Senhor era um Senhor vitorioso, triunfante, esquivo de todo ataque do mal. Em Pedro aconteceu (analogamente a Jesus que foi conduzido no deserto para se defrontar com o demônio), que o próprio Satanás insinuava uma visão triunfalista, a qual não condiz com a lógica de Deus. Assim, o momento de maior intimidade é, paradoxalmente, o momento de maior distância entre os dois; é assim que age o Espírito quando gera aquela unidade que vai além das opiniões. «Seis dias depois» indica um tempo no qual o homem ainda não entrou dentro da lógica de Deus (como Pedro, como muitos de nós); o sexto dia é, no simbolismo da Escritura que sempre tem como referência o texto da criação, o dia em que existe o homem natural, feito por Deus em toda a sua grande riqueza e valor natural. Mas ao homem é oferecida a possibilidade de apontar, junto com toda a criação, para o sétimo dia, para o “repouso” da alma que procura encontrar aquele infinito que sente dentro de si. É, então, o “sétimo dia”, a proposta que Deus faz; proposta que não exclui, mas leva a cumprimento o desejo infinito do homem, projetando-o naquela dimensão que eleva o que de maravilhoso já existe por natureza: o projeta na divindade para a qual aponta o desejo do Criador. Deus nunca tira o que já possuímos, bom por si mesmo, apenas oferece a possibilidade de sublimar o que já existe de bom e, assim, receber como um dom o que nenhum homem com suas condições pode alcançar.

 

Neste “sétimo dia” «Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João»; «somente eles», diz literalmente o texto. Trata-se, então de uma escolha precisa de Jesus; de algum modo Ele oferecia aos três algo que não ofereceu a todos os outros discípulos. Será possível encontrar uma motivação para esta escolha de Jesus? Creio que possamos descobrir certa analogia através da convicção expressa em Atos dos Apóstolos quanto a Moisés, o qual também subiu uma montanha, trazendo consigo três pessoas: Arão Nadab e Abiú (Cfr. Ex. 24,1); assim diz o trecho: «É este Moisés quem esteve na assembleia no deserto, com o anjo que lhe falava no monte Sinai e com os nossos pais; o qual recebeu palavras vivas para no-las transmitir» (At. 7,38). “Palavras vivas para serem transmitidas”; estamos no caminho certo! Sim, Pedro não poderia anunciar sozinho a sua profunda intuição; também os três não poderiam anunciar com autoridade, se este anúncio não passasse pelo crivo da participação, como um todo, ao mistério de Jesus. Antes da Transfiguração os três tinham “assistido” (com o olhar de quem está de “fora”) ao milagre da cura da filha de Jairo (Mc. 5,37) agora serão “envolvidos” por Deus -imagem simbólica da nuvem- mas ainda não estarão prontos para dizer “palavras vivas”; por isso Jesus lhes proibirá de falar antes de que tenham participado até o fim da história. Mas os três compreenderão Jesus muito mais profundamente algum tempo depois, no Getsêmani, quando também ficarão «somente eles» com Jesus (Mc. 14,33). “Palavras vivas” que o próprio Jesus continuará dizendo à humanidade (como um novo Moisés) por boca dos três, as «colunas da Igreja» (Gal. 2,9) –como os chamavam os primeiros cristãos. Suas palavras serão cheias de vida; não teorias ou sentimentalismos, nem tampouco ideologias sobre Jesus. Será vida vivida até o fim.

 

            Continua o texto: «os fez subir» (não: “os levou”, como se encontra em algumas traduções). Aparentemente o sentido pode ser quase semelhante, se não fosse que o verbo usado por Marcos significa contemporaneamente duas coisas: o ato de subir, isto é, um ato material, mas também o ato de oferecer, próprio do sacerdote que “sobe” ao altar para oferecer em nome do povo de Israel. Será tão difícil ver neste ato de Jesus a antecipação de sua oferta na cruz para a Ressurreição? Toda a narração do episódio está em função do mistério de morte e ressurreição, somente após o qual será possível entender o significado pleno da “oferta” que Jesus faz ao Pai. Será um forçar demais o texto se pudermos ver em Jesus uma semelhança com Abrão que oferece o filho, Jacó no monte Moriah? Eis então que se nos apresenta em Pedro, Tiago e João a revelação de como Jesus entende a sua comunidade, a sua Igreja, os seus “filhos”: uma oferta ao Pai, santificada pela presença da “nuvem” (símbolo da presença, do Espírito, de Deus).

 

A nuvem até então havia envolvido Moisés quando recebeu a Lei nas tábuas de pedra; havia coberto a Arca da Aliança que continha o sinal da Aliança; a nuvem entrou no Templo construído por Salomão mas também deixou o Templo ao tempo de Ezequiel. Agora, mais uma vez a “nuvem da presença de Deus” fazia o seu ingresso na vida de Israel, mas dessa vez nem uma pedra, nem uma arca, nem um templo seriam o lugar propício para o Encontro com Deus. A pequena comunidade de fé, significada por Pedro Tiago e João se tornaria o lugar privilegiado do encontro com Deus.

 

Contudo, a nuvem permite apenas “entrever” a realidade... é assim que acontecerá com a Igreja, o mistério que ela traz consigo pode ser apenas “entrevisto”. Os três ainda estavam preocupados com Moisés e Elias, os símbolos do caminho da Lei e do carisma para caminhar na fé. Sim, Jesus conversa, dialoga com a Lei e o carisma, mas ambos vão desaparecer depois que a nuvem da presença de Deus envolve também os três discípulos, significando a participação à relação que o próprio Jesus tem como Pai. A partir dessa experiência o Evangelista aponta qual será a ótica que sempre dará vitalidade à comunidade de fé: «Eles não viram mais ninguém a não ser Jesus». Ele se tornou o único ponto de referência, o centro de suas vidas.

 

 

Gostaria de oferecer à leitura uma oração de Thomas Merton, que se inspirou muito à “montanha” do encontro com o Senhor.

 

Senhor Deus,
Não tenho a menor ideia de para onde estou indo,
Não enxergo o caminho à minha frente,
Não sei ao certo onde irá dar esse caminho.
Também não conheço verdadeiramente a mim mesmo,
E o fato de que penso que estou seguindo a Tua vontade
Não significa que realmente esteja seguindo a Tua vontade.
Mas acredito que o meu desejo de Te agradar
Realmente Te agrada.
E espero ter esse desejo em tudo o que fizer,
Espero nunca me afastar desse desejo.
Sei que, se assim o fizer,
Tu me guiarás pelo caminho correto
Embora eu possa nem saber que o estou trilhando.
Assim, confiarei sempre em Ti
Embora eu pareça estar perdido
E caminhando na sombra da morte.
E não temerei, porque Tu estás sempre comigo
E nunca deixarás que eu enfrente os perigos sozinho.


Postado em: 01/03/2012 as 12:07:31





Leia também


01 de agosto de 2014   -   XVIII Domingo do Tempo Comum


20 de julho de 2014   -   XVI Domingo do Tempo Comum


06 de julho de 2014   -   XII Domingo do Tempo Comum


22 de junho de 2014   -   XII Domingo do Tempo Comum


01 de junho de 2014   -   Ascenção do Senhor


18 de maio de 2014   -   V Domingo de Páscoa


00 de de 0000   -   II Domingo da Quaresma


02 de março de 2013   -   VIII Domingo do Tempo Comum


23 de fevereiro de 2014   -   VII Domingo do Tempo Comum


09 de fevereiro de 2014   -   V Domingo do Tempo Comum


02 de fevereiro de 2014   -   Festa da Apresentação do Senhor


22 de dezembro de 2013   -   IV Domingo do Advento


08 de dezembro de 2013   -   Festa da Imaculada Conceição de Maria


01 de dezembro de 2013   -   I Domingo do Advento


17 de novembro de 2013   -   XXXIII Domingo do Tempo Comum


10 de novembro de 2013   -   XXXII Domingo do Tempo Comum


03 de novembro de 2013   -   Festa de Todos os Santos


27 de outubro de 2013   -   XXX Domingo do Tempo Comum


20 de outubro de 2013   -   XXIX Domingo do Tempo Comum


13 de outubro de 2013   -   XXVIII Domingo do Tempo Comum


06 de outubro de 2013   -   XXVII Domingo do Tempo Comum


29 de setembro de 2013   -   XXVI Domingo do Tempo Comum


22 de setembro de 2013   -   XXV Domingo do Tempo Comum


15 de setembro de 2013   -   XXIV Domingo do Tempo Comum


01 de setembro de 2013   -   XXII Domingo do Tempo Comum


25 de agosto de 2013   -   XXI Domingo do Tempo Comum


18 de agosto de 2013   -   Assunção de Nossa Senhora


11 de agosto de 2013   -   XIX Domingo do Tempo Comum


00 de de 0000   -   XIX Domingo do Tempo Comum


04 de agosto de 2013   -   XVIII Domingo do Tempo Comum


28 de julho de 2013   -   XVII Domingo do Tempo Comum


21 de julho de 2013   -   XVI Domingo do Tempo Comum


14 de julho de 2013   -   XV Domingo do Tempo Comum


30 de junho de 2013   -   São Pedro e São Paulo


23 de junho de 2013   -   XII Domingo do Tempo Comum


16 de junho de 2013   -   XI Domingo do Tempo Comum


09 de junho de 2013   -   X Domingo do Tempo Comum


02 de junho de 2013   -   IX Domingo do Tempo Comum


19 de maio de 2013   -   Domingo de Pentecostes


12 de maio de 2013   -   Solenidade da Ascensão


05 de maio de 2013   -   VI Domingo de Páscoa


28 de abril de 2013   -   V Domingo de Páscoa


29 de abril de 2013   -   IV Domingo de Páscoa


07 de abril de 2013   -   II Domingo de Páscoa


24 de março de 2013   -   Domingo de Ramos


17 de março de 2013   -   V Domingo de Quaresma


10 de março de 2013   -   IV Domingo de Quaresma


03 de março de 2013   -   III Domingo de Quaresma


24 de fevereiro de 2013   -   II Domingo de Quaresma


23 de fevereiro de 2013   -   II Domingo de Quaresma


17 de fevereiro de 2013   -   I Domingo de Quaresma


10 de fevereiro de 2013   -   V Domingo do Tempo Comum


03 de fevereiro de 2013   -   IV Domingo do Tempo Comum


27 de janeiro de 2013   -   III Domingo do Tempo Comum


20 de janeiro de 2013   -   II Domingo do Tempo Comum


13 de janeiro de 2013   -   Festa do Batismo do Senhor


30 de dezembro de 2012   -   Festa da Sagrada Família


23 de dezembro de 2012   -   IV Domingo do Advento


16 de dezembro de 2012   -   III Domingo do Advento


09 de dezembro de 2012   -   II Domingo do Advento


02 de dezembro de 2012   -   I Domingo do Advento


25 de novembro de 2012   -   Festa de Cristo Rei


18 de novembro de 2012   -   XXXIII Domingo de Tempo Comum


11 de novembro de 2012   -   XXXII Domingo de Tempo Comum


04 de novembro de 2012   -   Festa de todos os Santos


28 de outubro de 2012   -   XXX Domingo de Tempo Comum


21 de outubro de 2012   -   XXIX Domingo de Tempo Comum


14 de outubro de 2012   -   XXVIII Domingo de Tempo Comum


07 de outubro de 2012   -   XXVII Domingo de Tempo Comum


30 de setembro de 2012   -   XXVI Domingo de Tempo Comum


23 de setembro de 2012   -   XXV Domingo de Tempo Comum


16 de setembro de 2012   -   XXIV Domingo de Tempo Comum


09 de setembro de 2012   -   XXIII Domingo de Tempo Comum


02 de setembro de 2012   -   XXII Domingo do Tempo Comum


26 de agosto de 2012   -   XXI Domingo do Tempo Comum


19 de agosto de 2012   -   Assunção de Maria ao Céu


12 de agosto de 2012   -   XIX Domingo do Tempo Comum


05 de agosto de 2012   -   XVIII Domingo do Tempo Comum


29 de julho de 2012   -   XVII Domingo do Tempo Comum


22 de julho de 2012   -   XVI Domingo do Tempo Comum


15 de julho de 2012   -   XV Domingo do Tempo Comum


08 de julho de 2012   -   XIV Domingo do Tempo Comum


01 de julho de 2012   -   São Pedro e São Paulo


24 de junho de 2012   -   Nascimento de João Batista


17 de junho de 2012   -   XI Domingo do Tempo Comum


10 de junho de 2012   -   X Domingo do Tempo Comum


07 de junho de 2012   -   Corpus Christi‏


03 de junho de 2012   -   Festa da Santíssima Trindade


27 de maio de 2012   -   Domingo de Pentecostes


20 de maio de 2012   -   Ascensão de Nosso Senhor


13 de maio de 2012   -   VI Domingo de Páscoa


06 de maio de 2012   -   V Domingo de Páscoa


29 de abril de 2012   -   IV Domingo de Páscoa


22 de abril de 2012   -   III Domingo de Páscoa


15 de abril de 2012   -   II Domingo de Páscoa


08 de abril de 2012   -   Domingo de Páscoa


01 de abril de 2012   -   Domingo de Ramos


25 de março de 2011   -   V Domingo da Quaresma


18 de março de 2011   -   IV Domingo da Quaresma


11 de março de 2012   -   III Domingo da Quaresma


04 de março de 2012   -   II Domingo da Quaresma


26 de fevereiro de 2012   -   I Domingo de Quaresma


19 de fevereiro de 2012   -   VII Domingo do Tempo Comum


12 de fevereiro de 2012   -   VI Domingo do Tempo Comum


05 de fevereiro de 2012   -   V Domingo do Tempo Comum


29 de janeiro de 2012   -   IV Domingo do Tempo Comum


22 de janeiro de 2012   -   III Domingo do Tempo Comum


15 de janeiro de 2011   -   II Domingo do Tempo Comum


25 de dezembro de 2011   -   Natal do Senhor


18 de dezembro de 2011   -   IV Domingo do Advento


11 de dezembro de 2011   -   III Domingo do Advento


04 de dezembro de 2011   -   II Domingo de Advento


27 de novembro de 2011   -   I Domingo do Advento


20 de novembro de 2011   -   Festa de Cristo Rei


13 de novembro de 2011   -   XXXIII Domingo do Tempo Comum


30 de outubro de 2011   -   XXXI Domingo do Tempo Comum


23 de outubro de 2011   -   XXX Domingo do Tempo Comum


16 de outubro de 2011   -   XXIX Domingo do Tempo Comum


09 de outubro de 2011   -   XXVIII Domingo do Tempo Comum


02 de outubro de 2011   -   XXVII Domingo do Tempo Comum


25 de setembro de 2011   -   XXVI Domingo do Tempo Comum


15 de setembro de 2011   -   XXV Domingo do Tempo Comum


11 de setembro de 2011   -   XXIV Domingo do Tempo Comum


04 de setembro de 2011   -   XXIII Domingo do Tempo Comum


28 de agosto de 2011   -   XXII Domingo do Tempo Comum


21 de agosto de 2011   -   Assunção de Nossa Senhora


14 de agosto de 2011   -   20° Domingo do Tempo Comum


07 de agosto de 2011   -   XIX Domingo de Tempo Comum


31 de julho de 2011   -   XVIII Domingo do Tempo Comum


24 de julho de 2011   -   XVII Domingo do Tempo Comum


17 de julho de 2011   -   XVI Domingo do Tempo Comum


10 de julho de 2011   -   XV Domingo do Tempo Comum


03 de julho de 2011   -   São Pedro e São Paulo


26 de junho de 2011   -   XIII Domingo do Tempo Comum


19 de junho de 2011   -   FESTA DA SANTÍSSIMA TRINDADE


12 de junho de 2011   -   Domingo de Pentecostes


05 de junho de 2011   -   Ascensão do Senhor


29 de maio de 2011   -   VI Domingo de Páscoa


22 de maio de 2011   -   V Domingo de Páscoa


15 de maio de 2011   -   IV Domingo de Páscoa


08 de maio de 2001   -   III Domingo de Páscoa


01 de maio de 2011   -   II Domingo de Páscoa


24 de abril de 2011   -   PÁSCOA DA RESSURREIÇÃO


17 de abril de 2011   -   Domingo de Ramos


10 de abril de 2011   -   V Domingo de Quaresma


03 de abril de 2011   -   IV Domingo da Quaresma


27 de março de 2011   -   III Domingo da Quaresma


20 de março de 2011   -   II Domingo da Quaresma


13 de março de 2011   -   I DOMINGO DE QUARESMA


06 de março de 2011   -   IX Domingo tempo comum


27 de fevereiro de 2011   -   VIII Domingo do Tempo Comum


20 de fevereiro de 2011   -   VII Domingo do Tempo Comum


13 de fevereiro de 2011   -   VI Domingo do Tempo Comum


06 de fevereiro de 2011   -   V DOMINGO DO TEMPO COMUM


30 de janeiro de 2011   -   IV DOMINGO DO TEMPO COMUM


23 de janeiro de 2011   -   III DOMINGO DO TEMPO COMUM


16 de janeiro de 2011   -   II DOMINGO DO TEMPO COMUM


09 de janeiro de 2011   -   BATISMO DO SENHOR


02 de janeiro de 2011   -   EPIFANIA DE NOSSO SENHOR


25 de dezembro de 2010   -   Natal do Senhor


19 de dezembro de 2010   -   IV DOMINGO DE ADVENTO


12 de dezembro de 2010   -   III DOMINGO DE ADVENTO


05 de dezembro de 2010   -   II DOMINGO DE ADVENTO


28 de novembro de 2010   -   I DOMINGO DE ADVENTO


21 de novembro de 2010   -   FESTA DE CRISTO REI


07 de novembro de 2010   -   XXXII Domingo do Tempo Comum


31 de outubro de 2010   -   XXXI Domingo do Tempo Comum





Pesquisar no Site


  • Newsletter

  • Paróquia São Pedro e São Paulo - Diocese de Ponta Grossa - Telêmaco Borba - Paraná
    Sociedade Beneficiente São Pedro - Fone: (42)3272 8557 / (42) 3272 8930 - pascom@pspsp.com.br
    Está obra de evangelização não possui fins lucrativos e é custeada através do dinheiro do dízimo
    Desenvolvido por Rinaldo M. Heil