Notícias

Projeto “Lançais as redes em águas mais profundas” é levado à Ortigueira



Publicado em: 02/08/2014   00:13:53



O projeto “Lançais as redes em águas mais profundas” do Grupo de Oração RCC Pastor das Aguas Vivas esteve no último dia 20 de julho no bairro Natingui cidade de Ortigueira para uma tarde de louvor. Atendo ao convite de moradores da localidade, cerca de 50 pessoas de diferentes pastorais e movimentos da comunidade São Pedro se mobilizaram e dirigiram-se à Ortigueira participar do evento. Durante toda tarde de domingo, cantos, orações e pregações foram realizadas e às 16 horas, uma celebração foi realizada na capela da comunidade.

O projeto Lançais as redes em águas mais profundas foi idealizado pelo Grupo de Oração em 2013, seu nome remete ao Evangelho de Lucas capítulo 5, busca evangelizar também as pessoas que não participam da vida da igreja realizando louvores nas ruas ou em outros lugares, uma maneira ousada e criativa de levar o evangelho também as pessoas que estão distantes da igreja.

Desde sua criação, já foram realizados cerca de 15 eventos. Segundo o coordenador do grupo Valdevino Pereira, após receber o convite, é feito um pedido de liberação da rua para a realização do evento junta à prefeitura bem como a autorização por parte dos vizinhos. Ainda segundo Valdevino, o grupo de oração também desenvolve obras de ação social, como a sopa para os moradores de rua, “realizamos também no natal e páscoa um almoço para eles”, conta.

 

 

O Grupo de Oração Pastor das Águas foi criado em 1989, completa 25 anos em dezembro. Primeiramente realizado nas casas foi transferido mais ao antigo barracão da comunidade. As reuniões acontecem nas sextas-feiras às 19:30 horas e na 2ª sexta-feira do mês, a Santa Missa.

 

 

 




Fonte: Pascom e RCC




Pesquisar no Site


  • Newsletter

  • Paróquia São Pedro e São Paulo - Diocese de Ponta Grossa - Telêmaco Borba - Paraná
    Sociedade Beneficiente São Pedro - Fone: (42)3272 8557 / (42) 3272 8930 - pascom@pspsp.com.br
    Está obra de evangelização não possui fins lucrativos e é custeada através do dinheiro do dízimo
    Desenvolvido por Rinaldo M. Heil